Marketing Jurídico para advogados e estudantes de direito

A vida laboral de um profissional de direito, seja ele experiente ou recém-formado, é basicamente, voltada para o exercício jurídico de suas funções. Porém, muitos não conhecem o potencial do marketing jurídico para divulgar o seu trabalho por meio da produção de artigos e ficar em evidência no mercado.

Por isso, vamos ao nosso guia para fazer o seu marketing jurídico pela internet e conquistar novos clientes. Acompanhe:

1. Defina o seu público-alvo

Se você começar a escrever artigos sobre diversos assuntos, pode tornar essa estratégia pouco efetiva, já que não chamará a atenção das pessoas que vão realmente se interessar pelo seu trabalho.

Por isso, antes de começar a sua jornada, defina exatamente a persona que deseja alcançar. Se for criar conteúdo sobre sua área de atuação na advocacia, melhor, pois seus textos serão ainda mais atrativos e interessantes.

2. Evite textos acadêmicos no marketing jurídico

Sim, fazer o marketing jurídico por meio de artigos traz muitos benefícios para você e o escritório para o qual trabalha ou presta serviços. Mas, um erro muito comum de quem está no começo é fazer textos de cunho acadêmico.

Ao fazer isso, temas técnicos e com bom conteúdo certamente serão produzidos. Porém, eles vão atrair estudantes e outros advogados, que não se enquadram no perfil de cliente ideal.

Assim, os conteúdos abordados serão voltados para a resolução de problemas e assuntos de interesse de seu público-alvo, com o uso de palavras-chave que fazem toda a diferença.

3. Estabeleça objetivos

Cada artigo deve ter um objetivo bem definido, evitando que você perca o foco durante a escrita, afetando a sua criatividade e produtividade.

Se você não tem a mínima ideia de objetivos para os conteúdos que pretende produzir, siga as principais metas:

  • aumentar o seu tráfego qualificado – Ou seja, as pessoas que deseja atingir;
  • alimentar a sua base de e-mails cadastrados no seu blog/site;
  • informar a sua persona e chamar a atenção de potenciais clientes sobre a natureza de seus serviços;
  • aumentar sua visibilidade nas redes sociais.

4. Resolva problemas

Quando alguém acessa o blog de um advogado por meio de uma busca na internet, a pessoa procura informações e caminhos para a solução de seus problemas, para posteriormente, entrar em contato com o profissional e contratar seus serviços.

Para que isso aconteça, é importante que seus textos sejam voltados para a resolução de problemas, pela ótica de seus leitores (e não apenas da sua). Por isso, ao abordar cases ou situações específicas, tenha foco nos seguintes itens:

  • identificação do problema;
  • formulação de uma hipótese;
  • argumentação (favorável e desfavorável).

5. Escreva como se estivesse falando diretamente com seu cliente

A grande importância dos artigos em blogs para o marketing jurídico é que eles permitem uma relação mais direta entre o interessado e o advogado.

Por isso, ao escrever, evite um tom excessivamente formal e garanta que ele seja de fácil entendimento, para que a pessoa se sinta à vontade ao ler os seus textos e sinta maior confiabilidade e credibilidade na sua palavra.

Para divulgar seus textos em uma plataforma confiável, com todo o suporte necessário, conheça o Portal do Elo Jurídico e divulgue seus textos de forma totalmente gratuita.

Seguindo estas dicas, aplicar o marketing jurídico por meio de artigos é uma forma aumentará a visibilidade do seu trabalho e aumentará a relevância dele para os profissionais da advocacia e, é claro, para o público..

Gostou do artigo? Então aproveite que já está por aqui e conheça as 11 dicas para se tornar um advogado de alta performance!

Commentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *